Cirurgião plástico ou artista plástico? E assim, sigo fazendo minha arte...

Arraste para baixo

Biografia

Rodrigo Motta, brasileiro, nascido em Ibitinga, interior de São Paulo, em 1975. Mudou-se para algumas cidades do Estado, mas aos 11 anos descobriu-se, em Araras, como apaixonado por artes plásticas. Iniciou curso de pintura à óleo e por esse período teve o primeiro contato com as telas. No colégio, sua paixão se dividia entre as aulas de ciências, biologia e de educação artística, motivos que o levaram a cursar medicina e desenvolver técnicas dentro de sua especialidade e das artes plásticas.

“-Descobrir como funciona nossos orgãos e sistemas e fazer os trabalhos de educação artística era incrível”.

Entrou em medicina aos 18 anos e desde o início já sabia qual especialidade iria seguir. A cirurgia plástica proporcionava unir a parte médica com a parte artística.

Cursou medicina na Faculdade de Medicina de Marília, interior de São Paulo, e após seguiu para cursar sua especialidade. Durante esse período pode atuar como médico de família e emergencista. Fez sua especialização de cirurgia geral em Catanduva e cirurgia plástica em São José do Rio Preto. Fez fellow em reconstrução mamária na capital e por esse período, utilizava o desenho como forma de estudo. Fez alguns trabalhos em tela com pintura em abstrato com tinta acrílica e texturas, apenas como hobby.

Casado, com 2 filhas e, juntamente com sua esposa, a dermatologista Camila Lopes França Motta, dirigem a Belledevi Plástica & Dermatologia em São José do Rio Preto e atuam em São Paulo, capital.

Em 2017, iniciou o desafio de retomar às suas pinturas para decorar seu novo consultório médico e, durante 2020, com a necessidade de manter as atividades manuais e como forma de meditação. Preparou a exposição “Pandemia”e segue com a arte plástica sua segunda ocupação.

Não possui uma única técnica de pintura.

“-Gosto de misturar técnicas para alcançar mais emoções”.

Galeria de Telas

Reproduzir vídeo

Apresentação